Colunista: Descobrindo o autismo

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês?

Resolvi aceitar o convite da Patrícia Gattone para ser colunista do Espaço Mulher. Acredito que vai ser uma troca muito legal!

Que tal começar me apresentando?

Theo

Theo

Meu nome é Andréa, tenho 37 anos e sou blogueira. Nasci em Minas, vivi em Belo Horizonte até me formar em jornalismo, e vim para São Paulo recém formada para trabalhar. Aqui, conheci meu marido, casamos, e minha vida de blogueira começou graças ao pequeno Theo, que nasceu um ano após o casamento.

Theo foi um bebê lindo, muito esperto, extremamente risonho. Falou “papá” aos cinco meses, “mamã” aos seis, batia palminhas, dava tchau, fazia imitações e cantava vários pedacinhos de músicas, inclusive aquele “pupa, pupa, puuuupa” da música do Cocoricó.

Até que o primeiro aninho foi chegando. Costumo brincar que minha lagartinha virou pupa como na música (daí, veio, inclusive, o nome do meu blog). Notamos que o Theo foi ficando mais sério…era difícil conseguir um sorriso dele pra uma foto. Também pareceu desenvolver uma “audição seletiva”. Não olhava quando o chamávamos pelo nome e não atendia a comandos verbais. 

No seu primeiro aniversário, não saiu olhando para a câmera em nenhuma foto. Também não bateu palminhas no parabéns…parecia que tinha esquecido como era. Ficava horas isolado, deitado com o rosto no chão, onde passava um carrinho pra frente e pra trás. 

Não tínhamos muito parâmetro, já que ele era o primeiro filho e não havia nenhum sobrinho ou criança na família. Achamos que isso tudo melhoraria na escolinha, pra onde ele foi pouco antes de completar dois aninhos.

E foi após o primeiro mês na escola que nossa vida mudou pra sempre. Fomos chamados pra uma conversa sobre “comportamentos anormais” do nosso garotinho. Em um relatório, tudo aquilo que já sabíamos (como sua dificuldade em seguir comandos verbais) e mais algumas coisas como “não mantém contato visual” e “não se interessa pelas outras crianças”. Uma avaliação neurológica foi pedida e, com ela, veio o diagnóstico: AUTISMO.

Luto, aceitação e luta. Esse foi o processo. Pra mim, muito rápido até.

Theo faz 5 anos em junho e já progrediu muito desde o diagnóstico, com uma rotina apertada de intervenções terapêuticas.

E, há um ano, resolvi virar blogueira e documentar a saga desse garotinho tão especial.

Ser mãe de uma criancinha autista é ter alegrias diferentes: cada pequena conquista é um milagre! Theo voltou a bater palminhas aos 4 anos e comemoramos como se ele tivesse cantado todo o hino nacional!

Isso acaba fazendo com que aprendamos a valorizar mais as pequenas coisas da vida.

Graças às dificuldades do Theo, também aprendi a respeitar mais todo tipo de diversidade. Sou uma pessoa muito melhor por causa desse garotinho.

E, mais do que isso: dizem que os olhos são as janelas da alma. Acredito que quem inventou essa expressão teve contato com uma criança autista em algum momento da vida. Porque, olhando nos olhos do Theo, você vislumbra todas as cores da sua alma. Lê todos os seus pensamentos. Claros como água, transparentes, sem disfarces. É forte, é intenso. Não é pra qualquer um. Por isso mesmo, me considero uma privilegiada!

Pretendo compartilhar com vocês um pouquinho da nossa vida, das nossas dificuldades e das nossas alegrias.

Bem-vindos à nossa vida!

Andréa Werner

Anúncios

11 Respostas para “Colunista: Descobrindo o autismo

  1. Andréa… o Théo é especial porque você é especial. Cumprem juntos uma linda missão nesse mundo. Obrigada por abrir seu coração, por transformar dor em esperança para tantas pessoas.

  2. Andréa, meu pequeno também tem alguns comportamentos igual o seu precioso Théo, ainda não temos nada concreto, mas já estamos buscando. Estou me identificando com tudo que falou e serás um exemplo pra mim de perseverança. Um abraço e que Deus abençoe e dei muita sabedoria para cuidar desse lindo amor de vcs chamado Théu.

  3. Olá, Andréa! Já acompanho seu blog e gosto muuuiiitttttooooo ! Tenho um lindo anjo de 05 anos, meu Gabriel… Qdo eu e meu marido descobrimos o autismo, nos sentimos perdidos, como se fossemos os únicos pais especiais. É muito bom poder saber q existem pessoas q podem compartilhar suas experiências, boas e ruins, parece q estamos escrevendo nossa propria história. Obrigada por permitir q façamos parte de seus relatos! Me sinto muito confortada! Gde bj pra vcs!

  4. Conheço seu blog e sigo sua fanpage no FB.
    Tenho um sobrinho autista (2 anos), descobrimos há poucos meses. Queria ajudar os pais a procurar apoio e tratamento, pq eles parecem tão acomodados… O que vc recomenda?

  5. Meu filho tambem é autista tem 4anos mais ainda não. fala está. na escolinha e vai na fono a história. do seu fiho parece com o meu fiquei. emocionada.

  6. Fiquei emocionada ao ler a frase “.Isso acaba fazendo com que aprendamos a valorizar mais as pequenas coisas da vida.”, é uma realidade que estou vivenciando a cada dia com meu filho Leandro.Sucesso!

  7. amei, vc expressa muito bem o que vive com o Theo, e ajuda muito seus relatos pelo o que vc passa… tenho um filho de 3 anos chamado Samuel Eto’o, ele ainda nao tem diagnostico fechado, mas o muito identico seu relado com o que vc vive com o Theo e com o q eu vivo com Eto’o. que Deus continue te abençoando pois seus textos ajuda muito viu… beijos!

  8. Tbm tenho um filho autista…é muito bom ouvir outras mães que passam pelas mesmas coisas. Muita força, amor e esperança para nós! Abraços

  9. Olá tenho três filhos Daniel de 18 anos e os gemeos Gabriel e Samuel de 5 anos.Samuel é AUTISTA , mais para nos aqui em casa ele é simplesmente maravilhoso do jeitinho dele, com suas limitações, e a cada dia que passa uma nova conquista, uma nova descoberta, uma nova vitoria, a cada sia que passa amamos vc mais e mais.beijoss para todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s