Entre no ritmo: Os benefícios da dança

Olá, meninas!

Foto: JR Duran

Foto: JR Duran

Muito bom dia! Hoje vamos falar de um tema que é simplesmente uma delícia: a dança e os benefícios dela para o corpo e a mente! Para nos ajudar a entender melhor como essa atividade pode nos ajudar no dia a dia a conquistar uma vida melhor e mais saudável, fui conversar com o coreógrafo Henrique Rodovalho, da Quasar Cia. de Dança.

Aliás, a Quasar é uma das atrações do Festival O Boticário na Dança (leia mais aqui), que acontece em várias cidades brasileiras de 1 a 9 de maio, e vai contar até mesmo com workshops gratuitos. E para não perder tempo fui falar também com Ana Ferrell, diretora de Branding e Comunicação da marca O Boticário para entender melhor a ideia do projeto.

“A dança é fonte de alegria, emoção e beleza, capaz de transformar as pessoas pelo movimento do corpo. É a beleza em movimento. Por isso, a arte tem tudo a ver com o que O Boticário acredita: o poder transformador da beleza. Esse foi o fator determinante para abraçarmos a dança como base da nossa plataforma de patrocínios culturais a partir de 2013. O objetivo de O Boticário é contribuir para o desenvolvimento cultural e a valorização da dança como expressão artística em uma área que tem sinergia com os valores da marca. O patrocínio a projetos culturais é uma forma de abrir oportunidades, disseminar conhecimento, contribuir para a sociedade e reforçar a imagem da marca em um território de afinidade”, explica ela.

Portanto, nada de ficar parada! Não perca tempo e anote as dicas a seguir do coreógrafo Henrique Rodovalho. 

Então, arraste a mesinha da sala e aumente o som!!!

Entrevista:

– Quais os benefícios da música para o corpo e a mente?
A música tem o poder de entrar em nossa mente de uma maneira muito especial. Ela consegue proporcionar e modificar qualquer tipo de emoção, principalmente em relação ao prazer e suas possibilidades. É um ótimo estímulo para colocar o corpo em movimento e a mente equilibrada.

– Como a dança pode trazer benefícios para o organismo?
Os benefícios são inúmeros, desde o lado físico ao mental, pois trabalha resistência, força, alongamento etc. Isso acontece sobretudo quando esta relação do corpo com a dança existe de uma maneira bem prazerosa e consciente.

– Quais os cuidados que se deve ter?
Como em tudo na vida, tem que tomar cuidado com o excesso! Pode desgastar as articulações e sobrecarregar a musculatura, causando lesões. Mas o corpo diz qual é o seu limite e quando está sendo maltratado. 

Foto: JR Duran

Foto: JR Duran

– Quais tipos de dança queimam mais gordurinhas?
É melhor pensar em qual dança a pessoa gostaria de dançar! Seria legal a pessoa dar uma sondada nos estilos que tem e ver por qual se interessou mais. Ter a vontade de dançar determinado tipo de dança já ajuda muito. Mas, as que queimam mais são aquelas que têm muitos movimentos, por um longo tempo, colocando o batimento cardíaco num ponto que ajuda muito na queima dessas gordurinhas.

– Quantas vezes por semana é ideal fazer dança?
Vai depender muito de cada pessoa, mas de duas a três vezes por semana já ajuda muito. É claro que quando está numa aula, o ideal é fazê-la e aproveitá-la o máximo possível. Uma hora de aula bem feita é melhor do que 3 horas feitas mais ou menos.

– É possível fazer alguns movimentos com o corpo para manter mente e corpo equilibrados sem sair de casa?
Sim! Pode-se praticar dança em casa. Claro que não será a mesma coisa que com um profissional qualificado, mas na falta de um por causa de tempo ou outros fatores, dá para “quebrar um galho” fazendo em casa.

Os movimentos podem ser de cada um, mas o ideal seria que estes movimentos contemplassem o máximo possível o corpo, ou seja, quanto mais movimentar o corpo todo, melhor. Movimentos que utilizam a cabeça, os braços, a coluna, o quadril e as pernas já seriam bem proveitosos. E, como disse no começo, de uma maneira bem prazerosa, ajuda muito.

– Que tipo de música é o ideal colocar para acompanhar esses movimentos citados acima? Você teria sugestões de música para indicar às leitoras?
As músicas podem ser aquelas que a pessoa tem vontade de ouvir e dançar. O ideal seria músicas que a estimulasse a se movimentar. Poderia citar uma música aqui que me estimula muito, mas para outra pessoa o efeito pode não ser o mesmo. Então isto vai muito do gosto pessoal.

– Devemos fazer algum ritual antes e depois desses momentos dedicados a nós mesmos com a dança em casa? 
Sim. O certo é fazer primeiro uma preparação, um tipo de alongamento, um tipo de aquecimento de músculos e articulações para iniciar qualquer atividade. O corpo agradece muito fazendo isto. Sem falar na respiração, que é muito importante. Ajuda na concentração e na meditação, se for o caso.

– É verdade que a dança estimula a libido?
Pode estimular! Como a dança acontece através do corpo… do corpo em movimento… do prazer em movimentar, estes elementos estão também associados diretamente com a libido. Então a dança pode sim estimular e muito a libido. Por esta proximidade. Tanto que algumas danças são específicas para isto.

Foto: JR Duran

Foto: JR Duran

Saiba como descobrir o seu ritmo com as dicas de Henrique: 

*Quem nunca dançou: opte por músicas bem ritmadas. São mais fáceis.

*Quem deseja ficar em forma: músicas bem agitadas e que provoquem esta agitação.

*Para crianças: A princípio, músicas próximas do universo delas.

*Para adolescentes: No geral, músicas mais atuais.

*Para adultos: Músicas com apelo emotivo mais forte. 

*Idosos: Normalmente ritmos que proporcionem um certo conforto.

*Para casais: Este vão saber bem escolher qual é a música ideal para eles.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s